quarta-feira, 18 de julho de 2012

Bife à Milanesa


Bife à milanesa, também conhecido em Portugal por panado é um prato da culinária italiana bastante popular no Brasil e na Argentina também.
O bife à milanesa (cotoletta alla milanese) provavelmente surgiu na própria cidade de Milão. Embora não haja fatos que comprovem sua origem na cidade italiana, os relatos mais antigos desse prato são do escritor italiano Pietro Verri. Em seu livro História de Milão (Storia di Milano'), ele escreve que em um almoço ocorrido na Igreja de Santo Ambrósio (Milão, 1134) fora servido um prato de coteletta impanata, fritta nel burro (carne de vitela empanada, frita na manteiga), citando inclusive o preparo com ovos e farinha.
A difusão do bife à milanesa é atribuída aos austríacos. O wiener schnitzel, muito similar ao milanesa, é um prato típico da Áustria, provavelmente absorvido durante disputas internas do Sacro Império Romano-Germânico, no século XVIII, quando austríacos invadiram Milão. Entretanto, não há fatos que comprovem essa teoria.
Ingredientes:
400 g de filé mignon, coxão mole ou alcatra em escalopes
2 ovos
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de farinha de rosca
1 xícara (chá) de óleo de canola
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
Tempere os bifes com sal e pimenta-do-reino.
Num prato raso, coloque a farinha de trigo. Em outro prato, coloque a farinha de rosca.

Num prato fundo, quebre o ovo e bata bem com um garfo.
Pegue um bife e passe na farinha de trigo. Ele deve ficar todo coberto de farinha, retire o excesso sacudindo delicadamente.
Mergulhe no prato com o ovo batido. Passe os dois lados no ovo, para que fique bem envolvido. Escorra o excesso.
Passe o bife na farinha de rosca e cubra todo o bife com ela.
Aperte bem para a camada de farinha de rosca ficar grossa e dê tapinhas de leve para retirar o excesso.
Descanse os bifes por 15 a 30 minutos.
Numa panela larga, coloque o óleo e leve ao fogo para esquentar.
Coloque dois bifes por vez na panela com óleo. Deixe fritar por 2 minutos, vire de lado, e frite por mais 2 minutos até ficar douradinho.
Escorra sobre papel-toalha. Sirva bem quente.
 
Dicas:



  1. Há quem prefira o filé mignon, mas é comum, encontrar bifes de patinho e coxão mole na versão empanada e frita. Se não estiverem tão macios, umas batidinhas de leve, entre dois saquinhos plásticos, ajudam a quebrar e amolecer as fibras.
  2. Quando colocada em alta temperatura, a massa de ovos e farinha de rosca que envolve a carne acaba absorvendo a gordura. Ela cria uma espécie de camada protetora para o filé, mantendo assim, a umidade da carne.
  3. O segredo para a crosta não soltar é pressionar os bifes com a palma da mão, na farinha de rosca até não sentir mais umidade no bife e deixar descansar antes de fritar. 
  4. Se quiser uma casca mais grossa, passar outra vez no ovo e novamente na farinha de rosca.
  5.  Coloque apenas uma fina camada de óleo ou manteiga, ou de uma mistura dos dois. A temperatura não deve ser muito alta para não queimar a casca. Fria, deixará o empanamento encharcado. Ela deve ficar perto dos 160°C.
  6. E por fim, prepare a sua própria farinha de pão. Sucesso certo!

3 comentários:

  1. Super didático.... quem sabe agora acerto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Regs! Com certeza!!! Afinal, você é super atenta e muito disciplinada!!!
      Bjs e obrigada!
      Simone

      Excluir
  2. Me deu uma fome danada aqui só de imaginar um bifão desses...

    ResponderExcluir