terça-feira, 17 de julho de 2012

Omeletes

Este é um dos lugares mais impressionantes que já conheci: O Mont-Saint-Michel na Normandia! Verdadeira fortaleza em um ilhote rochoso na foz do rio Couesnon, no departamento da Mancha, na França, onde foi construído um santuário em homenagem ao arcanjo São Miguel. Este mosteiro, fortificado no século XIII, integra um conjunto com mais três cidades cujas fortificações e desenvolvimento são notáveis: Aigues-Mortes (1270-1276), ponto de reunião dos Cruzados rumo à Terra Santa, Carcassone, célebre por suas defesas, e Avignon, sede alternativa da Cristandade (1309-1377). Estas cidades fortificadas, denominadas "bastides" marcavam a fronteira dos reinos ao final da Idade Média, servindo como elementos de defesa e dando ao povo novas oportunidades sociais. O monte era ligado ao continente através de um istmo natural que era coberto pelas marés altas. Ao longo dos séculos a planície alagável em torno foi sendo drenada para criação de pastagens, reduzindo a distância do rochedo à terra, e o rio Couesnon foi canalizado, diminuindo seu aporte de água e acelerando o assoreamento da baía. Em 1879 o istmo foi reforçado e tornou-se uma passagem seca perene. Em 2006 o governo francês anunciou um projeto para tornar novamente o monte uma ilha com a construção de barragens, devendo ser completado este ano. Uma estátua de São Miguel colocada no topo da igreja abacial culmina a 170 metros de altura. Crê-se que a história da abadia do monte Saint-Michel remonte a 708, quando Aubert, bispo de Avranches, mandou construir no monte Tombe um santuário em honra a São Miguel Arcanjo (Saint-Michel). No século X os monges beneditinos instalaram-se na abadia e uma pequena vila foi-se formando aos seus pés.
Fonte: wikipedia
Fotos: Simone Lisa
Foto: Simone Lisa




E ali, ao pé da vila, está o famoso restaurante especializado em omeletes "La Mère Poulard", desde 1888. São omeletetes-suflê, adicionadas de creme fresco e preparadas em alta temperatura, como mostra a foto abaixo. M. Poulard desenvolveu essa receita, como prato fácil e rápido de preparar, depois de perceber que peregrinos chegavam famintos ao Mont-Saint-Michel. O preparo das omeletes exige um ritual encantador, com batidas compassadas, em tigelas de cobre, que podemos apreciar, ali mesmo, na entrada do restaurante.

Foto: Simone Lisa
Na clássica cozinha francesa, a omelete é fofa e dobrada, preparada simplesmente com ovos batidos e fritos. Em outras partes do mundo, no entanto, existem muitas outras variações.
Omelete Dobrada:
Clássica omelete francesa, feita em frigideira de ferro bem curtida, mas podemos usar uma antiaderente mesmo. para obter um resultado perfeito use 15 g de manteiga e 3 ovos por omelete em frigideira de 20 cm.
Preparo: Um pouco antes de fritar, bata os ovos com os temperos escolhidos, Não bata demais pois a omelete ficará dura. Aqueça a manteiga em fogo baixo até espumar. Jogue os ovos e mexa com um garfo para distribuir por igual. Frite rapidamente, levantando as beiradas, para que o ovo cru escorra para baixo. Incline a frigideira e dobre a omelete.
Omelete Japonesa:
Com formato simétrico e textura leve, é tradicionalmente preparada em frigideira quadrada de 20 cm. Se você não tiver uma frigideira nesse formato, prepare em uma redonda e depois de pronta corte as beiradas. Use um ovo e duas colheres de sopa de água para cada omelete. A água afina a massa e dá uma textura leve. Sirva cortada em fatias.
Preparo:
Unte a frigideira com um pouco de óleo e aqueça. Despeje a metade da mistura de ovos. Incline a frigideira para formar uma camada homogênea. Quando a superfície começar a formar bolhas, solte as beiradas com uma espátula. Enrole a omelete em sua direção, frite mais um pouco até ficar firme e repita a operação com o restante da mistura.
Tiras de Omelete:
Na cozinha oriental usa-se tiras de omelete bem fininhas para guarnição. Para um prato com 4 porções, use 1 ovo e uma pitadinha de sal. Prepare em uma wok.
Preparo:
Aqueça uma colher de óleo na wok, despeje o ovo e frite em fogo moderado por 2 minutinhos. Retire a omelete inclinando a frigideira, enrole, deixe esfriar e corte em tiras enviesadas.
Omelete Suflê:
Esse tipo de omelete é feito separando-se a clara da gema. Como sugere o nome, esta omelete fica leve e fofa. Na clássica cozinha francesa, a omelete-suflê é geralmente doce, e as gemas são batidas com açúcar no ponto de gemada, antes de adicionar as claras.
Preparo: 
Bata 3 claras em neve firme, junte as gemas temperadas e batidas. Frite do mesmo modo que a omelete dobrada, mas sem mexer com o garfo.
Eggah:
Tradicional prato persa, esta omelete é grossa e firme, assada no forno e servida em fatias ou pedaços, fria ou quente. Deve ser preparada com pouco tempero, pois tradicionalmente acrescentam-se outros ingredientes: espinafre, pimentão, cebola, alho e outras verduras ou legumes. 
Preparo:
Misture 6 ovos batidos com os temperos e legumes escolhidos, despeje numa travessa untada com óleo e asse a 170ºC até ficar firme (15 a 20 min.). Corte em quadrados para servir.
Frittata:
Essa omelete italiana, grossa e achatada é parcialmente frita numa frigideira, e depois grelhada até ficar firme e dourada. Para uma frittata de 30 cm, use 2 colheres de sopa de azeite, 7 a 10 ovos e recheio a gosto. os pimentões picados são tradicionais, bem como aspargos, vagem picada, coração de alcachofra, tomate, cebola, alho picadinho, diversas ervas , queijo parmesão ralado.
Preparo:
Bata os ovos com o recheio e jogue no azeite quente. Frite por 15 minutos em fogo baixo. leve para gratinar no forno por 2 minutinhos.
Tortilla Espanhola: 
É parecida com a Frittata Italiana, exceto quanto ao modo de fritar e alguns recheios usados. Frita-se cebola e batata em uma generosa quantidade de azeite, depois juntam-se os ovos batidos. Diferentemente da Frittata Italiana que é grelhada no forno, a Tortilla Espanhola é sempre virada na frigideira para fritar dos dois lados.
thumb.mais.uol.com.br
Fonte - texto e fotos: Livro Técnicas Culinárias
Para dar sabor à omelete:
Adicione temperos à mistura de ovos antes de fritar ou coloque recheio no centro da omelete e dobre:
Sugestões:
schlob.files.wordpress





- Salsichas cozidas e cortadas em rodelas refogadas com cebolas.







3.bp.blogspot/ saboresamesa




- Tiras de presunto defumado com pontas de aspargos escaldados.



seleccoes.pt/fundojornalistico.files.wordpress




- Queijo ralado e tomate sem sementes em cubinhos






- Tiras de bacon crocantes com folhas de espinafre


pratopraum.files.wordpress/ temperarte



- Pimentão em cubos com cebolas douradas na manteiga



temperarte /fotos.sapo



- Cebolas douradas na manteiga e cogumelos fatiados



cozinhabrasileira/ cenourao



- Fatias de salmão defumado e endro



fundojornalistico.files.wordpress/ /gourmetporacaso

- Finas fatias de queijo branco com tomates em cubinhos, sem sementes e folhinhas de manjericão


drlinguica




- Finas fatias de linguiça frita na cebola

3 comentários:

  1. D+ sua postagem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Clara

    ResponderExcluir
  2. Até então, o site que melhor explica e mostra os pratos..
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Adorei, está marcado para próximas receitas a serem realizadas.

    ResponderExcluir