quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Eu, Riberalves e a Brandade de Bacalhau




Gostei! Recebi o convite pelo facebook, enviei uma receita que gosto muito e preparo muito bem e, ganhei!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Bacalhau Gratinado


Nessa receita, fiz uma adaptação do "Bacalhau de Natas", acrescentando ou substituindo alguns ingredientes, de acordo com o gosto do meu marido. Por exemplo: usei a cebola bem picadinha, cozinhei as batatas no leite, com o bacalhau e cortei em rodelas, não em cubos. No lugar de fritá-las, simplesmente dourei de leve em pouquíssima gordura. Usei o creme de leite fresco e polvilhei com parmesão para gratinar. Ficou dos deuses!!!
Ingredientes:
500 g de bacalhau dessalgado
500 ml de leite
3 dentes de alho esmagados
1 cebola picadinha
1 folha de louro
600 g de batatas cortadas em rodelas
100 ml de azeite
1 boa pitada de noz-moscada
Sal e pimenta-do-reino moída na hora
30 g de manteiga integral sem sal
40 g de farinha de trigo
100 ml de creme de leite fresco
Queijo parmesão ralado a gosto
Preparo:
Colocar o bacalhau, as batatas e a folha de louro numa panela.
Juntar o leite, um pouco de sal e ferver. Retirar a panela do fogo logo que o leite começar a ferver e passar por uma peneira. Separar o bacalhau das batatas e reservar.
Levar as fatias de batata para fritar arrumadinhas em uma frigideira com um pouco de azeite, aos poucos, até dourar levemente.  Reservar.
Desfiar o bacalhau. Filtrar o leite do cozimento com uma peneira de rede fina. Reservar.
Aquecer o azeite numa frigideira, refogar a cebola e o alho até murcharem e começar a amarelar. Adicionar o bacalhau desfiado. Refogar por mais uns minutos em fogo médio, mexendo sempre. Temperar com noz-moscada, sal e pimenta. Retirar do fogo e reservar.
Preaquecer o forno a 220ºC.
Aquecer a manteiga numa panela até começar a ficar espumosa.
Polvilhar com a farinha e mexer até dourar. Incorporar o leite reservado aos poucos, batendo sempre com um fuet até o molho começar a ferver. Cozinhar por mais 5 minutos, mexendo sempre até engrossar. Temperar com sal, pimenta e a noz-moscada. Retirar do fogo e envolver o creme de leite fresco.
Num refratário untado, colocar as batatas em camadas, o refogado de bacalhau por cima, o molho branco, queijo parmesão ralado e gratinar.
Retirar a assadeira do forno e servir em seguida. 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Bolo de Liquidificador


Aqui, uma receita básica de bolo feito no liquidificador, tipo "bateu, comeu", e suas variações de sabores, para você escolher e se deliciar!
Ingredientes:
Massa Básica
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal
5 ovos
200 g de manteiga em temperatura ambiente
1 e ½ xícara de açúcar
1/3 de xícara de leite
½ colher de sopa de essência de baunilha
Manteiga para untar
Preparo:
Unte com manteiga uma forma redonda de buraco no meio com 22 cm de diâmetro e reserve.
Preaqueça o forno em temperatura média (180º C).
Numa tigela grande, peneire a farinha, com o fermento e o sal. Reserve.
No copo de liquidificador, coloque os ovos, a manteiga, o açúcar, o leite, a baunilha e bata por 5 minutos, até a mistura ficar bem fofa. Despeje na tigela com a farinha e mexa rapidamente para incorporar os ingredientes. Coloque na forma e leve ao forno por 35 minutos, ou até o bolo ficar dourado e, ao introduzir um palito na massa, este saia limpo e seco. Tire do forno, deixe amornar, desenforme sobre uma grade e deixe esfriar completamente, antes de colocar no prato de servir.



Com esta massa você pode variar o sabor.
Neste caso, eu fiz com especiarias.
Para isso, basta acrescentar :
1 colher de chá de canela em pó
¼ de colher de chá de cravo-da-índia em pó
½ colher de noz-moscada ralada
100 g de uvas passas
2 colheres de sopa de vinho do Porto

Outras Variações
Chocolate:
Substitua ½ xícara de farinha de trigo, por
½ xícara de chocolate em pó

Coco:
Diminua 50 g de manteiga, da receita básica
Substitua o leite por 200 ml de leite de coco

Limão:
Substitua o leite, pela mesma quantidade de suco de limão
Acrescente raspas de limão à massa (2 colheres de chá)

Laranja:
Substitua 1/3 de xícara de leite, por ¾ de xícara de suco de laranja.
Acrescente 2 colheres de chá de raspas de laranja à massa.

domingo, 26 de agosto de 2012

Sorbet Caipirinha

Esta receita desenvolvi para meu livro " Linguiça, Café e Cachaça - O Gostinho do Interior", lançado no ano de 2006, para o primeiro festival de linguiça, aqui da terrinha. Ela faz o maior sucesso! Em casa, muitas vezes faço uso do limão siciliano e por outras vezes, substituo a cachaça por vodca.
Ingredientes:
400 g de açúcar
500 ml de água filtrada
Raspas de 1 limão
150 ml de suco de limão
50 ml de cachaça
1 clara de ovo
Preparo:
Numa panela junte o açúcar e a água. Deixe ferver até que o açúcar fique completamente dissolvido e forme uma calda rala. Espere esfriar, acrescente as raspas de limão e leve à geladeira por uma hora. Retire da geladeira, coe, junte o suco de limão, a cachaça e a clara de ovo. Coloque no freezer por mais uma hora. Retire e ponha na máquina de sorvete batendo por 20 a 30 minutos (caso não tenha a máquina de sorvete, coloque a tigela da batedeira no freezer por meia horinha e bata o sorbet, nessa tigela bem geladinha, na batedeira. Repita esta operação por mais quatro vezes). Leve ao freezer até alguns momentos antes de servir.

sábado, 25 de agosto de 2012

O Ano do Cometa



SINOPSE: A sofisticada Maggie(Penelope Ann Miller) conhece o charmoso e rude Oliver (Tim Daly) na adega de degustação de vinhos de seu pai. Além da antipatia mútua, descobrem que sentem algo mais. Maggie está pronta para desafiar o mundo intrincado dos vinhos e continuar os negócios de seu pai. A oportunidade chega quando surge um trabalho para um catálogo destas pérolas engarrafadas, em uma negligenciada adega na Escócia. Acompanhada por Oliver, encontra um inquilino ameaçador, e ambos acabam encontrando muito mais que uma simples adega (uma raríssima garrafa de vinho, produzida no ano da passagem do cometa Halley em 1811. um tesouro que é perseguido por vários mercenários).
Título Original: Year Of The Comet (1992)
Diretor: Peter Yates



sexta-feira, 24 de agosto de 2012

A Confraria do Sabor

Aconteceu no final de semana passado, o primeiro encontro da nossa nova confraria:
A Confraria do Sabor
Todo final de semana a mesma coisa... nunca tínhamos um lugar diferente para sair jantar, bater papo e encontrar os amigos...Após algum tempo decidi  me render aos inúmeros pedidos e resolvi abrir as portas da minha casa para receber os amigos... 
Desta forma podemos pelo menos uma vez por mês apreciar cardápios de diferentes regiões.
Minha amiga Cris, que idealizou os encontros e batizou a confraria, montou o primeiro grupo e assim tivemos um primeiro encontro (piloto), que foi aprovado!!!
No primeiro jantar demos um giro pela França e cada casal trouxe seu vinho, mas pretendemos reservar uma cota para as bebidas e fazer o pedido para o meu mestre André, da Confraria de Vinhos.
Como não poderia deixar de ser, a montagem da mesa levava as cores da bandeira francesa: toalhas e guardanapos brancos, copos para água vermelhos e pratos azuis.


E atendendo meus novos confrades, aqui está o cardápio do primeiro encontro:
Aperitivos

Pastas de ervas e pimenta, pães, queijo brie, geleia de morango com pimenta










Entrada













Prato Principal




Coq au Vin (frango marinado no vinho tinto com champignons e cebolinhas)










Sobremesa





Para fechar

Café com Trufas de chocolate meio amargo e conhaque





Depois desse jantar, enviei convites para os diversos grupos de amigos, as datas disponíveis e a sugestão de cardápios. E novos grupos já se formaram!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Massa Choux


Para criar as crocantes bases de bombas e éclairs, ou sobremesa deslumbrantes como o croquembouche, a"pâte a choux" é cozida até começar a inflar e então, junta-se os ovos lentamente, fora do fogo, batendo até incorporar o máximo de ar. A massa é perfeita para doces, pode ser recheada com frutas, mousses, glacês, chocolate, cremes variados, chantilly, sorvetes e coberta com lascas de amêndoas, açúcar de confeiteiro, caramelo, chocolate, fondant, Uf! Enfim, inúmeras possibilidades! Mas pode também, ser recheada com cremes salgados de queijos, camarões, palmito...
Aqui, foram feitas simplesmente com creme de confeiteiro, para acompanhar o chá da tarde.
Ingredientes:
150 g de farinha de trigo
100 g de manteiga sem sal
250 ml de água
15 g de açúcar
1 colher de café de sal
4 ovos batidos
Preparo:
Peneire a farinha e o sal e misture com o açúcar.
Coloque a água e a manteiga numa panela e aqueça em fogo baixo, até que a manteiga derreta. Aumente o fogo até levantar fervura.
Adicione os secos (farinha, sal e açúcar) todos juntos de uma vez, dentro da panela. Tire do fogo e mexa. A mistura deve formar uma pasta lisa que se solta do fundo da panela. Não bata a massa para não ficar oleosa. Deixe esfriar por 15 minutos. Incorpore os ovos 
um a um, quando a massa amornar, batendo a cada adição (com uma colher ou na batedeira). Bata mais vigorosamente, após a adição dos ovos, até que a massa fique lisa e brilhante.
(Não adicione todos os ovos, pois a massa pode ficar muito mole. Então, vá adicionando à massa enquanto bate, dessa forma: bata um pouco, misture mais ovo batido, bata mais, adicione mais ovo batido, bata mais, e assim por diante, até atingir o ponto em que a massa cai da colher ou da pá da batedeira, demoradamente).
Coloque a massa no saco de confeitar e escolha o formato. Coloque sobre papel manteiga ou em formas untadas com manteiga, neste caso, leve a forma para a geladeira, até que a manteiga fique firme e não escorregue a massa, quando for colocada.
O tempo de cozimento varia de acordo com o tamanho e formato escolhido: para itens menores – 220º C por todo o tempo de cozimento. Para itens maiores, 220º C por 10 minutos e abaixe a temperatura para 190º C por mais 15 a 20 minutos. (Abaixar a temperatura garante que o interior da massa fique cozido). 





Anéis de Choux - Recheie com creme, frutas, mousses







Saint Honoré - combina massa de torta (pâte sucrée), as bombinhas de massa choux, creme chiboust ou chantilly com frutas e caramelo.








O Croquembouche é montado em um cone, com bombinhas sobrepostas, recheadas com creme pâtissière (creme de confeiteiro) e cobertas de caramelo.








A massa também pode ser frita (190º C), até estufar, dourar e ficar crocante (3 a 5 minutos). Retire com uma escumadeira, escorra sobre papel toalha e passe por açúcar com canela.







Prepare as bombinhas normalmente, recheie com sorvete. Congele, envolva em uma massa fina (fritters) e frite as bombinhas rapidamente, para manter o sorvete gelado. Polvilhe açúcar e sirva com purê de frutas, mel ou maple syrup.



quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Postas de Bacalhau com Salada de Lentilha


Ingredientes:
Para o bacalhau:
6 postas de bacalhau
1 dente de alho inteiro descascado
2 ramos de tomilho
1 folha de louro
1 colher de café de açafrão
3 colheres de sopa de azeite
Para a salada:
300 g de lentilha
1 folha de louro
Sal a gosto
1 cebola grande bem picadinha
1/4 de xícara de vinagre balsâmico
1/2 xícara de azeite
200 g de tomate cereja
2 ramos de folhas de tomilho
Folhas de hortelã picadas a gosto
Preparo da salada:aqui
Preparo do bacalhau:
Cozinhe o bacalhau por 10 min. em água com tomilho, louro e um dente de alho.
Retire, coloque em uma peneira e reserve.
Prepare uma mistura de azeite e açafrão, mexa bem e pincele as postas de bacalhau.
Numa frigideira bem aquecida, coloque as postas, dourando-as cuidadosamente de todos os lados.
Montagem:
Coloque as postas de bacalhau e a salada de lentilhas ao lado. Sirva a seguir.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Terrine de Legumes


Uma entrada fresca, leve e simplesmente deliciosa!
Ingredientes:
(Rendimento: 10 porções)
700 g de cenoura cortada em pedaços
250 ml de creme de leite fresco
6 colheres de chá de gelatina em pó
1 colher de chá de gengibre em pó
Sal e pimenta-do-reino a gosto
4 folhas grandes de alface
12 aspargos verdes
16 vagens
2 abobrinhas pequenas
16 tomates cereja cortados ao meio
Molho:
3 colheres de sopa de manjericão picado finamente
Raspas de 1 limão pequeno
250 ml de creme de leite fresco
Sal e pimenta-do-reino a gosto
2 colheres de sopa de azeite
Preparo:
Cozinhe a cenoura em água salgada, escorra e deixe esfriar. Mergulhe as folhas de alface em água fervente rapidamente, retire com uma escumadeira e coloque cuidadosamente aberta sobre toalhas de papel. Unte uma forma de bolo inglês ou uma terrina (20x7x9) com óleo. Forre com uma camada de filme plástico, deixando o suficiente pendurado ao longo dos lados para cobrir o topo. Apare os aspargos nas extremidades mais espessas, de forma que se encaixem no comprimento da terrina. Corte cada abobrinha em fatias finas longitudinais. Cozinhe em água fervente, os aspargos, as abobrinhas e as vagens por 6 minutos, ou até ficar macio ao ponto de uma faca, sem amolecer demais. Escorra e passe em água fria para que eles mantenham sua cor. Seque com papel toalha. Bata as cenouras com o creme de leite fresco num processador de alimentos, ou liquidificador e tempere com sal, pimenta-do-reino e gengibre. Coloque 2 colheres de água numa tigela pequena e polvilhe com a gelatina. Deixe descansar por 5 minutos até ficar esponjosa, em seguida, coloque a tigela sobre uma panela de água fervendo até derreter. Adicione ao purê de cenoura e misture bem. Coloque na terrina, preparada e forrada com  filme plástico, as folhas de alface cuidadosamente. Por cima das folhas, com o auxílio de uma colher, ponha um quarto do purê de cenoura distribuindo por toda a forma, uniformemente. Em seguida, organize metade dos aspargos em cima do purê, todos apontando na mesma direção. Acrescente as lâminas de abobrinha em cima dos aspargos, em uma camada lisa. Adicione mais um quarto do purê de cenoura, de maneira bem uniforme. Coloque agora, uma camada de tomates, com a parte cortada para cima. Coloque mais um quarto do purê de cenouras, formando uma camada em cima dos tomatinhos. Disponha as vagens e finalize com os aspargos restantes, por cima das vagens. Coloque então a última camada de purê. Dobre as folhas de alface sobressalentes por cima e feche com o filme plástico. Deixe na geladeira durante a noite. Desenforme sobre um prato, retire do plástico e corte em fatias. 
Molho:
Para fazer o molho, bata o manjericão, as raspas de limão, os temperos, o azeite e o creme de leite. Sirva com a terrine de legumes.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Sopa de Cebola Gratinada


Ingredientes:
30 ml de manteiga integral sem sal (2 colheres de sopa).
30 ml de azeite
6 cebolas fatiadas finamente
1/4 de xícara de farinha de trigo
1 xícara (chá) de vinho branco
1 xícara (café) de vinho do Porto
2 l de caldo de legumes ou de galinha
1 raminho de tomilho fresco
1 folha de louro
Sal e pimenta-do-reino a gosto
12 fatias de baguete
300 g de queijo emmental ralado grosso
Preparo:
Corte as cebolas em fatias finas e reserve.
Em uma panela, derreta a manteiga com o azeite, em fogo baixo.
Junte as cebolas e cozinhe em fogo baixo de 20 a 30 minutos. Mexa regularmente para que a cebola não queime. Ela deve ficar bem dourada (foto abaixo) .
Adicione a farinha e mexa vigorosamente. Mexendo sempre, despeje o vinho e o vinho do Porto. Espere secar por alguns minutinhos e acrescente o caldo de legumes ou de galinha.
Coloque o tomilho, a folha de louro e os temperos.
Cozinhe em fogo baixo de 25 a 30 minutos. Enquanto a sopa cozinha, disponha as fatias de pão em uma forma e doure em forno preaquecido. Retire o pão e reserve. Coloque o forno na definição “grill” (grelhar).
Quando a sopa estiver pronta, divida em tigelas, coloque 2 fatias de pão torrado em cada tigela, polvilhe o queijo emmental ralado e leve ao forno até derreter o queijo, formando uma crosta bem dourada e crocante.
DELÍCIA DAS DELÍCIAS!!!

domingo, 19 de agosto de 2012

Peras ao Vinho com "Creme Flan"


Mais uma vez preciso pedir desculpas por todos esses dias. Garanto que vocês vão sair ganhando com esse "perdido", pois tenho muitas novidades para contar. Começamos, por ideia da minha querida amiga Cris, uma nova confraria: a "Confraria do Sabor" (foi esse o nome que ela deu) e o primeiro jantar foi realizado no sábado, então precisei correr um pouquinho, na quinta e na sexta, para preparar tudo no sábado. Claro que vou postar e descrever todo o cardápio, mas, já adianto hoje a sobremesa, certo?
Eu tinha visto essa receita, acho que na Folha de SP e acabei incrementando algumas coisinhas, acrescentei o anis à calda, optei por um Lambrusco tinto para cozinhar as peras que por sua vez, escolhi bem firmes e miudinhas.
Ingredientes:
12 perinhas bem firmes
Suco de 1 limão
2 xícaras (chá) de açúcar
1 garrafa de vinho tinto
1 xícara (chá) de água
1 pau de canela
1 anis estrelado
1 colher (sopa) de amido de milho
Preparo:
Descasque as peras delicadamente, deixando o cabinho e regue com o suco de limão. Coloque o vinho tinto, o açúcar, a água, o pau de canela, o anis estrelado, o amido de milho e as peras em uma panela e leve ao fogo. Tampe a panela e cozinhe por cerca de 20 minutos ou até que a fruta amacie levemente e a calda engrosse ligeiramente. Desligue o fogo e mantenha as peras na calda, até esfriar. Retire as peras da calda e reserve. Reduza a calda por mais 15 minutos, em fogo baixo. Espere a calda esfriar antes de juntar novamente com as peras.
Dica: As peras devem ficar íntegras, ou seja “al dente”.
         As peras ao vinho também podem ser servidas com sorvete.
O Creme Flan
Ingredientes:
2 envelopes de gelatina em pó sem sabor (12 g)
1 xícara (chá) de água
*300g de coalhada seca + 4 mussarelinhas tipo "bolinha" ou apenas 300 g de cream cheese light
2 xícaras (chá) de creme de leite fresco
8 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de essência de baunilha
Raspas da casca de 1 limão siciliano
Preparo:
Dissolva a gelatina na água fria e aqueça em banho-maria até derreter bem. Bata com o restante dos ingredientes no liquidificador, menos as raspas de limão. Retire e coloque em 10 a 12 forminhas individuais molhadas e leve à geladeira por cerca de 2 horas, ou até ficar firme. 
Desenforme em pratinhos individuais e salpique as raspas de limão. Do lado coloque a pera, regue com a calda e sirva.
*Obs: A receita original é com o cream cheese, mas eu tinha feito uma coalhada que estava bem sequinha, pronta para ser preparada (salgada ou doce) e decidi fazer metade da receita com a coalhada e as mussarelinhas e metade com o cream cheese. Posso garantir que o flan preparado com a coalhada focou espetacular, mais leve e muito delicado!
Dica: o Flan pode também ser servido com frutas vermelhas, compota de goiaba, doce de laranja...

 Resultado: A sobremesa ficou linda, delicada e muito saborosa!

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Pudim de Pão com Coco Queimado

Aqui estou eu mais uma vez, com minhas experiências do pudim de pão. Agora usei coco queimado e ficou incrível!
A base é do pudim de pão da minha amiga IvaniAquele que já fiz com broa de milhogoiabada e avelã.
Ingredientes:
3 ovos
1,5 xícara de chá de açúcar
500 ml de leite
1,5 pão francês cortado em fatias
Preparo:
Bater muito bem todos os ingredientes  no liquidificador e colocar em forma caramelada com 1 copo de açúcar, para assar em banho-maria, por 1 hora e quarenta minutos mais ou menos (200º C).
Para esse pudim, acrescentei 50 g de coco queimado à calda de caramelo. 
Ninguém diz que é de pão! Ficou uma delícia, com o crocantezinho do coco queimado!


terça-feira, 14 de agosto de 2012

Quibe


E para completar a "semana árabe", chegou a vez dos quibes!!!
Ingredientes:
1 k de patinho limpo moído
400 g de trigo escuro para quibe
2 cebolas médias picadas
Pimenta Síria a gusto
1 pitada de canela em pó
Sal a gosto
Hortelã fresca picadinha a gosto
8 a 10 pedras de gelo picadas
Preparo:
Lave o trigo e coloque de molho em água filtrada para hidratar por 15 minutos.
Escorra o trigo e esprema com as mãos para retirar toda a água.
Coloque a carne numa vasilha, acrescente o trigo, a cebola picada, a hortelã, a pimenta síria, a canela, o sal e as pedras de gelo picado. Misture tudo e deixar descansar em refrigerador.
Para o quibe cru:
Coloque em uma travessa, decore com ramos de hortelã fresca, fatias de cebola, regue com azeite e acompanhe com pão sírio, coalhada seca ou Mhamasa.
Para o quibe assado:
Coloque o quibe cru numa assadeira untada com azeite. Corte em losangos e faça um pequeno furo com o dedo em cada pedaço. Acrescente uma colherinha de manteiga em cada furinho e dois ou três snoobar ou pinoli sobre cada montinho de manteiga. Leve ao forno preaquecido (200º C) por cerca de 30 minutos.
Para o quibe de bandeja com recheio – Mhamasa: 
Coloque metade do quibe cru numa assadeira untada com azeite, espalhando de maneira bem uniforme, com cerca de 1 cm de espessura. Sobre a massa espalhada colocar o recheio (Mhamasa). Para cobrie com o restante da massa, proceder da seguinte maneira: abrir pequenas porções de massa, com as mãos sempre molhadas, e colocar sobre o recheio. No final, alisar com as mãos até formar uma camada homogênea da mesma espessura que a inferior. Corte em losangos e faça um pequeno furo com o dedo em cada pedaço. Acrescente uma colherinha de manteiga em cada furinho e dois ou três snoobar ou pinoli sobre cada montinho de manteiga. Leve ao forno preaquecido (200º C) por cerca de 30 minutos ou até dourar.
Ingredientes para o recheio – Mhamasa:
800 g de capa de filé limpo e moído
1 cebola picadinha
Pimenta síria a gosto
Sal a gosto
Snoobar a gosto
2 colheres de sopa de óleo
Preparo:
Em uma panela colocar o óleo e a carne até fritar bem, em seguida junte a cebola picada, a pimenta síria, o sal e o snoobar, mexer bem e deixar no fogo até a cebola murchar.
Retirar do fogo e deixar esfriar para aplicar.
Para o quibe frito:
Para fazer cada quibe, pegue uma pequena porção de massa, mais ou menos do tamanho de uma noz e dê um formato oval. Molhe a mão em água fria. Segurando a massa na palma de uma das mãos, faça um furo com o dedo indicador da outra mão. Gire a massa até aumentar a cavidade, tornando suas paredes bem finas, com mais ou menos ½ cm de espessura. Introduza uma colher de recheio (Mhamasa) na cavidade do quibe e, molhando a mão novamente, feche bem para que o recheio não saia durante a fritura. Proceda da mesma forma para fazer todos os quibes. Frite em óleo abundante e bem quente (180º C). Sirva acompanhado de coalhada fresca ou seca.

Dica: Não dá para esquecer das sfihas. Vocês vão encontrar as receitas aqui mesmo!

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Babaganush

Continuando as receitas árabes, chegou a vez dessa maravilhosa receita com berinjelas:
Ingredientes:
4 berinjelas
2 dentes de alho
3 a 4 colheres de sopa de tahine (pasta feita de sementes de gergelim (sésamo) muito usada na cozinha do Oriente Médio)
Suco de 1 limão
Sal a gosto
Azeite extravirgem a gosto
Preparo:
Lave as berinjelas, corte bem abaixo dos cabinhos e faça uma cruz, em cada uma, com auxílio de uma faca. Coloque na boca do fogão e “chamusque” toda a casca, virando-as de todos os lados por cerca de 10 minutos. Passe para uma forma e asse em forno médio por mais 20 minutos, aproximadamente, ou até murchar bem.
Retire as cascas e raspe toda a polpa com um garfo. Amasse bem a polpa.
Em um processador, bata o alho, o tahine, o suco de limão e dois terços da berinjela assada e amassada. Reserve o restante da berinjela.
Retire a mistura do processador e misture a berinjela reservada. Regue azeite e sirva acompanhada de pão sírio.
É uma DELÍCIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


domingo, 12 de agosto de 2012

Tabule

Amigos!!! Desculpem por tantos dias! Tive que resolver pequenos problemas e precisei me ausentar. Mas, aqui estou e com muitas novidades!!!!
Extremamente inspirada pelo programa "Estrelas" da Angélica, ontem, quando o ator Leopoldo Pacheco fez alguns pratos árabes, resolvi preparar todo o meu almoço de hoje baseado em pratos árabes. Fiz tabule, babaganush, quibe cru e quibe de bandeja. Hummmm!!!!! Foi um verdadeiro delírio!!! Vou passar aqui todas as receitas que fiz, começando pelo tabule:
Ingredientes:
140 g de trigo fino para quibe
1/4 de maço de salsinha picada
1/4 de maço de hortelã picada
1 colher (sopa) cebolinha picada
1 cebola média picadinha
2 tomates sem sementes picado em cubinhos
Suco de 1 limão
Pimenta-síria a gosto
Sal a gosto
Azeite a gosto
1/4 de maço de alface
Preparo:
Colocar o trigo de molho em água filtrada por 20 minutos. Escorrer a água, espremer bem o trigo com as mãos e reservar na geladeira. Picar todos os outros ingredientes: salsinha, hortelã, cebolinha, cebola, tomate e algumas folhas de alface, que devem ser cortadas em  julienne, reservando uma parte para a degustação do tabule.
Numa tigela, junte todos os ingredientes picadinhos ao trigo reservado e tempere com sal, pimenta-síria, o suco de limão e o azeite.
Servir acompanhado de folhas de alface. Na hora de comer, coloque um pouco de tabule sobre uma folha de alface, enrole formando uma trouxinha e leve à boca com as mãos.