quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Escondidinho de Carne Seca


Imagine uma deliciosa surpresa escondida dentro de um recheio. Com essa receita, o prato ficou conhecido como “escondidinho”. Sua origem, no entanto, é um tanto quanto controversa. Alguns acreditam que a receita tenha sido criada em Pernambuco (posteriormente também apreciado em Minas Gerais e restante do Brasil).Para outros, o prato tem origem portuguesa, já que foram os lusitanos que trouxeram ao país a técnica para dessalgar a carne seca.
Na receita nordestina, o prato é feito com carne-de-sol, jabá (charque ou carne-seca), ou até de frango desfiado, coberto com purê de macaxeira (aipim ou mandioca) temperada com manteiga de garrafa e gratinada com queijo coalho.Com o passar do tempo a base, essencialmente de carne seca e mandioca, foi ganhando novas versões, também muito saborosas, como o escondidinho de bacalhau, frango, linguiça, carne vermelha, carne de siri, de cordeiro, camarão, peixes, legumes. E a cobertura também ganhou novos ingredientes, como batatas, mandioquinha ou abóbora. 
Então, aqui está a minha versão para todos os meus leitores e os amigos lá de Minas! Aí Mano, essa é prá você!!! 
Ingredientes:  
400 g de carne seca cozida e desfiada
1 cebola picadinha
3 dentes de alho picadinhos
3 colheres de sopa de azeite
2 tomates maduros picadinhos
2 xícaras de caldo de legumes
1 xícara de vinho tinto seco
Sal - se necessário
Pimenta-do-reino a gosto
Orégano seco a gosto
700 g de abóbora cabocha cortada em cubos
2 litros de caldo de legumes
1 xícara de creme de leite fresco
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Queijo parmesão ralado a gosto
Preparo:
Coloque numa panela a abóbora cortada em cubos e o caldo de legumes. Cozinhe até ficar macia. Retire, passe por uma peneira e reserve o caldo numa tigela.
Esprema ou processe a abóbora, junte o creme de leite fresco, tempere com sal e pimenta-do-reino, mexa bem e reserve.
Numa frigideira, coloque o azeite, a cebola picadinha e leve ao fogo baixo até que a cebola fique transparente, acrescente o alho picadinho e deixe até dourar levemente. Junte a carne seca pré-cozida e desfiada. Refogue a carne por alguns minutos, junte os tomates picadinhos e uma xícara do caldo de legumes. Continue refogando até que os tomates murchem e acrescente o vinho tinto. Deixe que evapore o alcool um pouquinho, coloque o caldo restante e cozinhe até reduzir bem o caldo. Tempere com a pimenta-do-reino, o orégano e acerte o sal, se necessário.
Num refratário médio, coloque a carne seca e cubra com o purê de abóbora, polvilhe queijo ralado e leve para gratinar, até derreter o queijo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário