quarta-feira, 27 de março de 2013

Pão de Figo


O pão figo é um produto típico da província de Málaga (Espanha), especialmente na cidade de Moeda e a Região de Múrcia . É uma receita camponesa feita a partir de figos secos, amêndoas, canela, cravo e anis.

Ingredientes:
250 g de figos secos
40 g de amêndoas tostadas
30 g de avelãs tostadas
1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de café de cravo em pó
Raspas da casca de 1/4 de um limão
50 g de chocolate meio amargo
1 colher de chá  de licor de anis
Açúcar de confeiteiro para polvilhar
Papel alumínio
Preparo:
No processador, coloque os figos, as amêndoas, as avelãs, o açúcar, a canela, o cravo e as raspas de limão. Processe até virar uma pasta uniforme.  Derreta o chocolate em banho-maria e acrescente o licor de anis. Misture bem.  Deixe amornar e acrescente a mistura de frutos secos. Forme um cilindro com a massa e coloque sobre o papel alumínio aberto e polvilhado com o açúcar de confeiteiro. Acerte o cilindro envolvendo-o com o açúcar e formando um “salame” bem uniforme. Enrole com o papel alumínio e leve para refrigerar no mínimo, de um dia para outro. Na hora de servir, corte em fatias.
No jantar, servi acompanhando o Creme Catalão.
Dica:
Delicioso como sobremesa e para acompanhar um chá ou café.


terça-feira, 26 de março de 2013

Gazpacho


Gazpacho, é uma sopa fria espanhola originária do Sul da região da Andaluzia que se tornou mundialmente famosa. Com muitas variações, o gazpacho, por si só, é quase uma refeição completa.
Na Andaluzia, existem vários tipos de gazpacho e muitos não incluem tomate como ingrediente. As guarnições são servidas separadamente, em tigelas e podem ser adicionadas a gosto.
Puro símbolo da cultura mediterrânea, toda a história começa com as legiões romanas que levavam pão, alho, sal, azeite e vinagre ao longo das estradas do Império. Cada soldado fazia sua própria mistura de sabor. Tradição conservada por Cristóvão Colombo que, antes de sair em sua primeira viagem, carregava barris desta velha mistura. Com a adição do tomate dos Andes, que mais tarde irá ser chamado gazpacho, ganharia uma reputação internacional.
O Gazpacho deve ser bebido refrigerado, mas não gelado demais. Além de nutritivo, seu objetivo consiste também em "quench" sede; portanto, não há necessidade de completá-lo com uma bebida; a não ser pelo uso excessivo de sal ou vinagre. Uma excelente opção é saboreá-lo com um bom xerez seco e bom apetite!
Ingredientes:
1 pão francês amanhecido sem casca
1 k de tomates maduros picados sem pele e sem sementes (ou 2 garrafas de suco de tomate mais, 1 lata de polpas de tomate)
1 dente de alho sem o germe
1 colher de sopa de pimentão picadinho
3 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto ou aceto balsâmico
6 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de sal
2 xícaras de chá de água filtrada gelada
Algumas folhas de manjericão (opcional)
Pimenta-do-reino moída na hora a gosto
Guarnição:
1 pepino japonês em cubinhos
½  pimentão amarelo em cubinhos
½  pimentão vermelho em cubinhos
1 xícara de azeitonas pretas picadas
2 Ovos cozidos passados na peneira
Croutons (cubinhos de pão torrados)
Preparo:
Coloque o pão numa tigela e mergulhe na água filtrada por 2 minutos. Em seguida esprema o pão com a mão para retirar o excesso de água e coloque no liquidificador.
Junte todos os ingredientes, acrescente o pimentão picado e bata por 2 minutos. (Passe por uma peneira - opcional) e tempere com a pimenta. Leve à geladeira por 3 horas no mínimo e sirva com as guarnições oferecidas em potinhos separadamente. Neste caso, cada pessoa acrescenta os complementos que desejar.

 É uma delícia!!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 25 de março de 2013

Jantar com a Confraria do Sabor - Tema: Espanha


Mais uma vez tivemos um novo encontro de um dos grupos da Confraria do Sabor e mais uma vez os deuses me ajudaram! A chuva parou e a noite estava linda, o jantar saiu afinadíssimo e meus amigos, felizes!!! O que mais posso desejar?
Minha mesa da sala de jantar montada para 12 pessoas: toalha e guardanapos pretos adamascados, centro de mesa vermelho e amarelo, sousplats e copos para água vermelhos.
Detalhes da mesa de jantar para 12 pessoas
Olha o charme dos porta-guardanapos feitos pela minha sócia, Jana!
O cardápio foi o seguinte:
Para Aperitivar:
Tapas -
- Tortilla com azeite trufado
Entrada:
Gazpacho

Prato Principal:
Paella Campesina (seria a autêntica, mas como mudei as carnes, tive que alterar o nome também...)
Sobremesa:
Pão de Figo


sexta-feira, 22 de março de 2013

Mousse de Chocolate com Pimenta e Flan de Coco


Mousse de Chocolate com Pimenta

Essa receita eu achei no Basilico, apenas tirei a flor de sal na hora de polvilhar a mousse, que considero opcional e infelizmente, eu estava sem... 
Minha intenção era realmente o chocolate com pimenta fazendo uma alusão a ingredientes mexicanos.
Ingredientes:
340 g de chocolate amargo cortado em pequenos cubos
150 g de leite integral
2 gemas
7 claras
2 colheres (sopa) de açúcar
Pimenta-rosa esmagadinha para polvilhar a mousse
Azeite para regar a mousse (usei um azeite orgânico, italiano, com acidez máxima de 0,4%)
Preparo:
Derreta o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas. Reserve.
Enquanto derrete o chocolate, ferva o leite e acrescente ao chocolate derretido e ainda morno. Envolva suavemente o leite no chocolate. Adicione as gemas (eu peneiro antes) e envolva no chocolate sempre com suavidade. Não é necessário mexer muito, apenas envolver totalmente os ingredientes.
Bata as claras na batedeira em velocidade média até estarem montadas sem estar completamente duras. Aumente a velocidade e adicione o açúcar aos poucos. Continue a bater as claras até ficarem muito firmes e brilhantes. Adicione um terço das claras ao chocolate. Misture com uma espátula. Adicione as claras restantes e envolva-as cuidadosamente até serem completamente incorporadas.
Coloque a mousse numa taça grande ou em tacinhas individuais e refrigere por, no mínimo, uma hora. Na hora de servir, tempere com o azeite e a pimenta-rosa ligeiramente esmagada.
Maravilhosa!!!


Flan de Coco

Aqui, um bom exemplo de como uma receita comum pode se transformar em algo mais sofisticado. Basta escolher a maneira de servir e os acompanhamentos adequados.

Ingredientes:
1 envelope de gelatina em pó sem sabor
5 colheres (sopa) de água fria
1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
200 ml de leite de coco 
50 g de coco ralado em flocos
Preparo:
Hidrate a gelatina com a água e leve ao banho-maria, até derreter. No liquidificador, bata o creme de leite, o leite condensado e o leite de coco. Acrescente a gelatina hidratada e bata novamente. Despeje em uma forma grande ou em forminhas individuais e leve à geladeira por no mínimo 4 horas. 
Coloque o coco ralado em uma frigideira e leve ao fogo baixo. Mexa até dourar. Desenforme o flã, salpique com o coco e sirva a seguir.
Dica: Eu servi com uma geleia de morango com pimenta, dissolvida e colocada numa colher ao lado do flan.
Ficou divino!!!!!


Agora, junte as duas sobremesas e, DELIRE!!!!!!



quinta-feira, 21 de março de 2013

O "Chilli Incrementado" do Jantar Mexicano

Tive que me ausentar do blog por alguns dias! Desculpem!!!
Mas estou de volta para terminar de descrever o "Jantar Mexicano"!
Para o prato principal, preparei uma receita de Chilli, um pouquinho mais incrementada. Aqui no blog, já temos uma receita de Chilli, porém, acrescentei algumas coisinhas:
Vamos para a nova receita incrementada de Chilli, que adaptei de outra receita, não me lembro de onde!

CHILLI
½ kg de carne moída (patinho)
½ kg de feijão já cozido (manter os grãos inteiros) sem caldo (o feijão pode ser: mulatinho, rosinha ou carioquinha)
100 g de bacon em cubinhos
100g de linguiça calabresa defumada em cubinhos
1 pimentão vermelho pequeno picadinho
1 tomate grande não muito maduro cortado em cubinhos
1 cebola média bem picadinha
3 dentes de alho picadinhos
4 colheres (sopa) de azeite
1 xícara de chá de molho Ketchup de boa qualidade
500 ml de cerveja Heineken, Budweiser ou por outra cerveja bem encorpada)
1 pimenta habanero em conserva sem as sementes, se não tiver, use o molho de habanero.
1 colher (sopa) de Tabasco
Pimenta-do-reino moída na hora
1 colher (sopa) de orégano
1 folha de louro
Cominho a gosto (cuidado!)
Sal a gosto
½ xícara de coentro picadinho
Queijo parmesão ralado grosso para polvilhar.
Para o Acompanhamento
Arroz Branco
Preparo:
Chilli
Processe as pimentas, Habanero, o Tabasco, o Ketchup, o orégano, o cominho. Reserve.
Chilli Beans
Em uma frigideira, doure o bacon e acrescente a linguiça fatiada com um fio de azeite. Reserve.
Numa panela grande coloque a cebola e o alho no azeite, dourando-os, sem deixar
queimar.
Acrescente a carne moída, sempre mexendo para não empelotar, refogue em fogo alto.
Adicione o molho picante batido e o sal.
Acrescente os pimentões, o tomate, a calabresa com o bacon. Mexa bem.
Junte o feijão pré-cozido e a cerveja (caso a cerveja não seja suficiente para fazer o molho, complete com água). Misture.
Por fim, acrescente a folha de louro, o coentro picadinho e prove. Tampe a panela e deixe cozinhar por cerca de 15 a 20 minutos, ou até engrossar um pouco o caldo. Não deixe que os feijões cozinhem demais (deve ficar macio, mas com os grãos inteiros).

quinta-feira, 14 de março de 2013

Pimientos Rellenos



Ingredientes:
8 pimentões amarelos ou vermelhos
200 gr. arroz
1 cebola picadinha
100 gr. de chouriço picadinho em cubinhos
100 gr. Champignons fatiados
1 maçã verde picadinha em cubinhos
1 colher de sopa de pinoles
2 colheres de sopa de passas brancas e pretas
2 colheres de sopa de azeite
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 xícara de queijo parmesão ralado grosso.
Para o molho
Uma lata de tomate pelati
1 dente de alho
Folhas de manjericão fresco
1 colher de sopa de azeite
1 pitada de açúcar
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
Para o molho: Processe o tomate pelati, uma lata de água filtrada, o alho, o manjericão, o açúcar, o sal e a pimenta-do-reino. Leve ao fogo baixo até perder a espuma e formar um molho denso. Cozinhe o arroz em água fervente por 10 minutos. Escorra e esfrie. Corte os pimentões ao meio, retire as sementes e reserve. Aqueça o azeite em uma panela e adicione a cebola picada, até ficar transparente. Acrescente o chorizo, frite por alguns minutinhos. Coloque as passas e os champignons, mexa e refogue por mais alguns minutos. Junte os cubos de maçã e os pinoles, mexa e cozinhe por 5 minutos, tempere com o sal e a pimenta-do-reino. Misture esses ingredientes com o arroz e preencha parcialmente os pimentões. Coloque os pimentões em uma assadeira regada com azeite, cubra-os com papel alumínio e leve ao forno preaquecido a 200º C, por cerca de 30 minutos ou até ficar macio. Retire o papel, polvilhe o parmesão ligeiramente e retorne ao forno para derreter o queijo. Para servir, coloque um pouco do molho de tomates no fundo de cada prato e sobre o molho, o pimentão.


DIVINO!!!!

terça-feira, 12 de março de 2013

O Jantar Mexicano da Confraria dos Prazeres


No sábado, fizemos aqui mais um delicioso encontro da “Confraria dos Prazeres”, o nosso grupo que estuda vinhos. Foi incrivelmente bom! 
A noite estava linda, bebida boa, comida boa (modestinha, né?) e amigos maravilhosos!
O tema principal do jantar foi comida mexicana, claro que com mil licenças poéticas!!!!
O cardápio foi o seguinte:
Para Aperitivar:
Tapas -
-Camarão puxado no alho com molho Aioli no pão tostado
- Carne de siri no pão tostado
- Chorizo premium e tradicional com queijo cheddar, no pão tostado
- Tortilla de Batatas com azeite trufado
- Guacamole com Doritos
Entrada:
Pimientos Rellenos
Prato Principal:
Chilli e Arroz branco
Sobremesa:
Mousse de Chocolate com Pimenta-rosa e Azeite
Flan de Coco
Calda de Morangos com Pimenta

Então, para começar, as receitas das Tapas:
- Camarão no alho com Aioli
Para 1 k de camarão 7 barbas, usei 4 dentes grandes de alho bem picadinhos, azeite (mais ou menos 2 colheres de sopa), 1 xícara de vinho branco seco, pimenta-do-reino, sal e folhinhas de tomilho a gosto.
Dourei o alho no azeite, coloquei os camarõezinhos e salteei. Acrescentei o vinho branco, abaixei o fogo e esperei que evaporasse um pouco o álcool, temperei com o sal, pimenta-do-reino e folhinhas frescas de tomilho. Cortei fatias de pão com 1,5 cm de espessura e levei ao forno preaquecido para dar uma tostadinha de leve , formando uma crostinha, porém, mantendo a maciez do pão no miolo. Na hora de servir, coloquei um pouquinho dos camarõezinhos e uma colherinha do molho Aioli por cima. 
Para o Molho Aioli, usei 3 gemas de ovo, 3 dentes de alho (sem a alma), 800ml de azeite de oliva, Suco de ½ limão tahiti, sal e pimenta a gosto. Fiz uma pasta do alho fresco, cortado em fatias e amassado com sal no pilão. Em um liquidificador,  coloquei a pasta de alho, as gemas, sal e pimenta a gosto. Bati rapidamente e acrescentei lentamente o azeite. Despejei em fio, sem parar de bater. Por último, acrescentei o suco de limão. A consistência final do molho aïoli deve ser semelhante à de uma maionese.  
- Carne de Siri
Para ½ k de carne de siri limpinha, usei 1 cebola grande bem picadinha, 2 dentes de alho picadinhos, azeite, 1 xícara de vinho branco seco, sal, pimenta-do-reino e salsinha picadinha. Coloquei a cebola com o azeite em fogo baixo, até murchar, acrescentei o alho e dourei levemente, juntei a carne de siri e refoguei. Adicionei o vinho branco, temperei com o sal, a pimenta-do-reino e finalizei com a salsinha picadinha. Usei o mesmo procedimento descrito acima para tostar os pães e na hora do serviço, coloquei a carne de siri sobre as fatias de pão.



- Chorizo com Cheddar
Fatiei finamente 150 g de chorizo extra e mais 150 g de chorizo mouro, ambos da Charcutaria portuguesa Primor. Coloquei sobre as fatias de pão e cobri com fatias de queijo cheddar. Levei ao forno até derreter o queijo.





- Tortilla de Batatas com Azeite Trufado
A tortilla espanhola é mais conhecida como Tortilla de Patatas na Espanha. E uma tortilla francesa é o que chamamos de omelete sem batata. E também é umas das boas tapas espanholas.
Existe uma polémica interessante, dizem que a tortilla tradicional não leva cebola.
Existem muitos tipos de Tortilla, a tradicional é de batatas, a omelete é tortilla francesa e uma tortilla com pimentões, cebola e chouriços pode ser chamada de Tortilla Campera. 
Aqui a receita de Tortilla de Patatas:
A tortilla faz-se em 3 passos:
Passo 1: Lave e corte as batatas em finas fatias. (eu, pré-cozinhei as batatas “al dente” e  como usei cebolas finamente fatiadas, murchei as fatias de cebola no azeite até ficarem douradas, retirei e reservei). Coloque mais azeite na frigideira e quando estiver quente, frite as batatas com um pouco de sal. Quando as batatas ficarem douradas, escorra o azeite e retire as batatas. As batatas devem ficar sem azeite, use um papel absorvente para retirar o máximo de azeite possível.
Passo 2: Bata os ovos com um pouco de sal, junte as batatas, as cebolas e misture.
Passo 3: Prepare a frigideira com duas colheres de azeite, coloque a mistura de ovos, cebolas e batatas na frigideira.
Truque: Agite a frigideira para que a tortilla não queime no fundo.  Quando começar a ficar sequinha, coloque uma tampa ou um prato da largura da frigideira por cima e vire a tortilla. Doure do outro lado e retire. Corte em cubos, regue um pouco do azeite de trufas e sirva com palitinhos.
Para essa receita, usei 4 batatas médias, 8 ovos, 1 cebola finamente fatiada, sal, pimenta-do-reino, e o azeite trufado.
- Guacamole
Usei 2 tomates médios sem sementes picadinhos em cubinhos,1 pimenta dedo-de-moça pequena, sem sementes e bem picadinha, 1/3 de maço médio de coentro picadinho, 2 abacates médios, suco de 1 limão médio, 1 cebola média picadinha,
3 colheres (sopa) de azeite de oliva, sal e pimenta-do-reino a gosto.
Tortilla pronta ou salgadinhos de milho para acompanhar. Coloquei Doritos.
Cortei os abacates ao meio, retirei o caroço e coloquei a polpa num prato fundo. Amassei grosseiramente com um garfo, deixando alguns pedaços e reguei com o suco de limão. Adicionei os tomates e a pimenta picados, o coentro, a cebola, o azeite, o sal, a pimenta-do-reino e misturei.
Dicas: Sirva o guacamole logo depois de pronto, para evitar que o abacate escureça e fique amargo. Caso não vá servir imediatamente, conserve o guacamole na geladeira junto com o caroço do abacate, que deve ser lavado e seco com toalha de papel.

Gostaram? Amanhã a receita dos Pimientos rellenos que servi de entrada. Imperdível!!!


quinta-feira, 7 de março de 2013

Mousse de Limão com Gelatina


Já postei aqui, aquela mousse de limão cremosa, sem gelatina. Dessa vez, uma receita feita com gelatina e bem aerada pelas claras em neve. Uma delícia!
Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite sem soro
1 envelope de gelatina incolor sem sabor
2 claras de ovo em neve
Suco de limão (1/2 copo)
Raspas de 1 limão
Preparo:
Dissolva a gelatina conforme instruções da embalagem.
Bata no liquidificador, o leite condensado, o creme de leite, o limão e junte a gelatina já hidratada.
Retire a mistura do liquidificador, transfira para uma tigela e acrescente as claras em neve, misturando delicadamente.
Unte uma forma com um pouco de óleo, despeje a mistura e leve para gelar até que fique firme. Desenforme e polvilhe raspas da casca de um limão.


terça-feira, 5 de março de 2013

Risoto de Abacaxi


Acho que dá para perceber que tem abacaxi sobrando por aqui, não é? Bem, é uma fruta que gosto muito e acho que combina com diversos pratos. Esse aqui, ficou especialmente bom, bom demais!!!
Ingredientes:
1/2 abacaxi
1 cebola média picadinha
1 colher (sopa) de manteiga integral sem sal
1 xícara de Busca Vida (cachaça com mel)
1 xícara (chá) de arroz arbóreo
1 l de caldo de legumes
Sal e pimenta-do-reino a gosto
25 g de manteiga gelada
½ xícara de queijo parmesão ralado
Lascas de amêndoas tostadinhas para decorar

Preparo:
Separe 4 fatias do abacaxi descascado, de 1,5 cm de espessura cada uma e reserve. Pique o restante em pedaços pequenos eliminando o talo central. Reserve.
Em uma panela, refogue a cebola com uma colher de manteiga, em fogo baixo. Acrescente o arroz e misture bem. Adicione a cachaça e deixe evaporar por alguns minutinhos. Aumente o fogo e vá acrescentando o caldo de legumes, concha a concha, mexendo sempre, até secar o caldo. Mantenha esse ritual por 10 minutos. Junte o abacaxi picadinho, com o caldo formado e continue colocando o caldo de legumes por aproximadamente mais 10 minutos (o arroz deve ficar “al dente”- não muito mole). Tempere com sal e pimenta-do-reino, desligue o fogo e coloque a manteiga, mexendo com mais vigor. Finalize com o queijo parmesão ralado, tampe a panela e sirva depois de 3 minutos, polvilhado com as lascas de amêndoas e as fatias de abacaxi grelhadas.

Sugestão de serviço:
Retire do fogo, distribua as fatias de abacaxi nos pratos e coloque por cima o risoto. Decore com as amêndoas em lascas.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Salmão Assado no Abacaxi


Nosso almoço de sábado, combinação perfeita:
Ingredientes:
1/2 salmão
1 abacaxi cortado em fatias
2 dentes de alho picadinhos
1 cebola picadinha
25 g de manteiga integral sem sal cortada em cubinhos
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Folhinhas de alecrim
Preparo:
Forrar com o abacaxi em rodelas de mais ou menos 1cm a assadeira. Colocar o salmão por cima. Temperar o peixe com sal e pimenta-do-reino. Polvilhar o alho picadinho, a cebola picadinha e as folhinhas de alecrim. Salpicar pedacinhos de manteiga por toda a extensão do peixe. Cobrir com papel alumínio e deixar assar em fogo baixo por 20 min. Retirar o papel alumínio e dourar, regando com o líquido que se forma na assadeira.
 Incrivelmente BOMMMMMM!!!!!!!!!

sexta-feira, 1 de março de 2013

Batatas Boulangère


Ingredientes:
1 k de batatas
1 cebola grande
2 colheres de sopa de salsinha picadinha
500 ml de caldo de legumes
25 g de manteiga
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
Pré-aqueça o forno a 180 º C. Fatie finamente as batatas e a cebola com uma faca afiada ou mandolim. Monte camadas alternadas de batata e cebola em um pirex fundo (20x10), polvilhando sal, salsa e pimenta- do-reino entre cada camada. Termine com uma camada de batatas. Regue com o caldo e distribua pontinhos de manteiga. Leve para o forno, coberto com uma folha de papel alumínio, durante 30 minutos. Em seguida, remova o papel alumínio e pressione ligeiramente para baixo as batatas para mantê-las submersas no caldo. Retorne ao forno por mais 30 minutos até que as batatas estejam macias e douradas. Sirva bem quente.

Impecável com um bom assado!