quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Ceviche

O Ceviche é um prato leve, refrescante e tem um sabor que provoca os sentidos. Existem incontáveis receitas que permitem a variação de ingredientes e a criatividade dos chefs. O prato nasceu na costa peruana, quando pescadores encontraram um jeito simples de se alimentar no mar. Com a chegada dos espanhóis na América Latina o limão foi acrescentado e se tornou ingrediente indispensável para o preparo do ceviche. A receita hoje é popular em todas as regiões do Pacífico, com inúmeras variações de pescados, o importante é que esteja fresquíssimo!
(fonte: Revista Gula)

Eu preparo assim:
Ingredientes:
700 g de filé de peixe Saint Peter (eu usei filé de tilápia)
1 cebola muito bem picadinha
1 pimenta dedo-de-moça sem sementes e bem picadinha
2 tomates sem sementes picadinhos em cubinhos
Folhinhas de coentro picadinhas a gosto (cuidado para não colocar muito e deixar que predomine sobre os outros ingredientes)
Suco de 1 limão siciliano
1 dose de vinho branco seco
4 colheres de sopa de azeite
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Preparo:
Limpe o filé retirando a parte escura e corte em cubinhos.
Corte o tomate, a cebola e a pimenta dedo-de-moça em cubinhos menores
Pique o coentro bem fininho. Em uma tigela coloque a cebola, a pimenta e o coentro com o vinho branco e reserve. Em outra tigela, coloque o peixe com o suco de limão, o azeite, sal e pimenta-do-reino. Leve à geladeira por no mínimo 15 minutos. Retire e junte as duas marinadas, de cebola e de peixe, acrescente os tomatinhos picadinhos, mexa com cuidado e sirva geladinho.

...e adoro!!!!!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Brunch e Vinhos Gasosos por "Receber+"

Tenho um grupo denominado "Receber+",  de 87 mulheres para as quais dou aulas de como receber, arrumar uma mesa para determinadas ocasiões, montar cardápios, harmonizar bebidinhas, também dou dicas de aproveitamento, comidinhas rápidas e mais uma série de coisinhas que ajudam minhas amigas a receber de uma forma agradável!
Semana passada, chamei aqui meu mestre de vinhos, o André Monteiro e pedi a ele para ensinar minhas meninas sobre espumantes (champagne, cava, prosecco, rosé, moscatos......) como abertura para minhas próximas aulas que serão sobre Brunch. Ao final da explicação de André, servi uma entradinha fria, um prato quente e uma sobremesa que se prestam ao "brunch" e harmonizavam com os espumantes que ele trouxe. Queria que as meninas soubessem diferenciar e saber o que mais se destacava com determinado espumante e vice-versa. Foi Fantástica!!!!! Deu muito certo! Então vou colocar aqui, os pratos que preparei e os espumantes que bebemos, depois passo as receitas de cada prato em outras postagens.

Espumates:





Prosecco DOC Tenta CA"BOLANI - Brut - Itália
- Um Prosecco elegante, com aromas florais e cremosos. Um belo frescor cítrico no final. A família Zonin tem suas videiras desde 1821! A empresa tradicional tornou-se um pequeno império de 1.800 hectares de vinhedos espalhados por toda a Itália. Tudo começou em Gambellara, uma pequena aldeia na província de Vicenza, no Veneto. Além disso, é sempre lá que são produzidos os vinhos fetiches Zonin: Amarone, Ripasso, Valpolicella e Prosecco.






Cava Codorníu Clasico - Espanha
De cor amarelo palha claro e vivaz com delicado perlage. Aromas frutados procedentes da assemblage de diferentes variedades e do envelhecimento da garrafa. Paladar equilibrado, fresco e agradável nível de acidez. Percebe-se notas de maçã e tostado. Composição: 40% Xarel.lo; 40% Macabeo; 20% Parellada.
O Grupo Codorníu elabora e distribui cavas e vinhos de qualidade, sendo o líder de vendas no mercado espanhol de cavas. É internacionalmente reconhecido como autoridade em viticultura e vinicultura. É o maior proprietário de vinhedos na Espanha (mais de 3000 hectares), possuindo inúmeras bodegas. ESPANHA Penedés é a maior e mais importante área demarcada para produção de vinhos na Catalunha, no nordeste da Espanha, próxima a Barcelona. No século 19, foi uma das primeiras regiões da Espanha a produzir vinhos em grande quantidade. A produção concentra-se no vale chamado Médio Penedés. Região de grande produção, fabrica a maior parte dos vinhos espumantes à base das uvas Macabeo (Viúra), Xarel-lo e Parellada. 






Santa Digna Rosé - Brut - Miguel Torres - Chile
Rosado com bolhas finas e persistentes. No aroma, notas de frutas vermelhas e cítricas predominam. Delicado, tem uma característica de muito frescor na boca. Santa Digna Estelado Rosé *O melhor espumante do Chile pela Wine of Chile Awards e pelo guia Descorchados 2012.










Salton Moscatel 
Elaborado com uvas da variedade Moscato. O mosto é fermentado em tanques herméticos de aço inoxidável (Método Asti) à baixa temperatura, com fermentos selecionados específicos para que o produto preserve os aromas primários da variedade.
Coloração amarelo claro esverdeado, brilhante, com espuma abundante e grande quantidade de finas borbulhas, nuances de aromas de flores cítricas, frutas tropicais, pêssego e maçã verde. Sabor levemente ácido cremoso e com um intenso frutado.






Comidinhas:









Ceviche






Polentinha mole com gorgonzola, damascos, pistache e parmesão












Verrine de Creme com Frutas Vermelhas





terça-feira, 17 de setembro de 2013

Sanduíche de Peito de Frango com Aioli

Aqui, a receita do finger sanduíche de frango que servi no lanchinho da tarde lá na clínica de estética da Alessandra Luppe. Sucesso total!!!
Ingredientes:
1 pão de forma
1 folha de louro
1 cebola inteira
500 g de filés de frango
2 dentes de alho picadinhos
1 cebola bem picadinha
2 tomates picadinhos, sem sementes
Sal e pimenta-do-reino moída na hora
Azeite
Salsinha fresca picadinha
1 colher de sopa de creme de leite fresco
Aioli (aqui) e (aqui)
Preparo:
Corte as bordas do pão e divida ao meio formando pequenos retângulos. Reserve.
Coloque os peitos de frango para cozinhar em panela de pressão com a cebola inteira e a folha de louro. Quando estiverem cozidos e bem macios, retire, reserve o caldo e desfie o frango com o auxílio de dois garfos. Numa frigideira grande, ponha o azeite e a cebola picadinha, em fogo baixo, até que fique transparente, junte os dentes de alho e doure, acrescente o frango desfiado e refogue por alguns minutinhos. Coloque os tomates picados e um pouco do caldo de cozimento do frango reservado. Junte duas colheres de sopa do aioli e uma colher de sopa de creme de leite fresco ao refogado de frango. Tempere com sal e pimenta-do-reino e polvilhe a salsinha picada. Misture bem. Cubra os dois lados da fatia de pão com o Aioli, acomode um punhadinho de frango por cima de uma das fatias de pão. Aperte bem com as mãos. Sirva os sanduichinhos acompanhados de suco da sua preferência. 

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Sanduíche de Pepino

A clínica de estética que frequento queria apresentar e fazer uma demo de um aparelho com técnica alternativa inovadora, que não necessita de anestesias, cortes ou internações. O tratamento é indicado para redução de celulite e gordura localizada, realizado por meio de um aparelho ultrassônico que induz a formação de microbolhas no tecido gorduroso que se desfragmentam; resumidamente a célula gordurosa se desintegra e a gordura, na forma de triglicérides e glicerol, é captada pelo sistema linfático e posteriormente eliminada pelo organismo por vias naturais. Os resultados são impressionantes, notados já nas primeiras sessões. Para apresentar o “Cavit”, a Alessandra Luppe pediu que eu fizesse alguns lanchinhos e queria também, sugestões para sucos. Pensei em sanduichinhos mais lights, então, por que não o clássico “tea time cucumber sandwich”? Claro, fiz do meu jeito!

Ingredientes:
1 pão preto de forma (pode ser o pão branco de forma)
2 pepinos (tipo japonês)
1 potinho de coalhada (ou cream-cheese)
Sal e pimenta-do-reino moída na hora
Azeite extravirgem
Ciboulettes frescas picadinhas
Preparo:
Corte as bordas do pão e divida ao meio formando pequenos retângulos. Reserve.
Higienize os pepinos, enxugue bem e corte em fatias finérrimas usando uma faca bem afiada ou o mandolin. Eu não descasco o pepino, mas pode ser descascado. Coloque a coalhada ou o cream-cheese numa tigela e tempere com as ciboulettes picadas, o azeite, sal e pimenta. Misture bem. Cubra os dois lados da fatia de pão com a coalhada ou o cream-cheese, acomode uma camada de fatias de pepino por cima de uma das fatias de pão. Aperte bem com as mãos. Sirva os sanduíchinhos acompanhados de chá, limonada ou um suco de sua preferência.

Servimos suco de morangos, de abacaxi, água aromatizada com hortelã e outra aromatizada com casquinha do limão siciliano.
Além do sanduichinho de pepino, servi outro de frango com aioli (próxima postagem)
Canapés de Queijo branco com Banana ao Curry
Bolo de Passas (aqui)

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Gran Reserva 890

País de origem: Espanha
Produtor: La Rioja Alta S.A.
Tipo de vinho: Tinto
Safra:1995
Corte: 90% Tempranillo, 10% Graciano
Temperatura de serviço:17°

vinhoszahil
Rioja  
Ao contrário da maioria dos produtores da região, a bodega Rioja Alta possui seus próprios vinhedos. Em 450 hectares, plantam as principais variedades utilizadas na região (Tempranillo, Mazuelo, Graciano e Garnacha) e elaboram vinhos característicos que fizeram história na única região de Denominação de Origem Qualificada (DOCa, em espanhol) do país.
As barricas utilizadas, cerca de 46000, são manufaturadas na própria bodega, com madeira de carvalho americano importada diretamente por eles. A madeira é tratada como na França, ficando por cerca de 2 anos exposta às intempéries, o que extrai o excesso de taninos verdes da madeira.

O Gran Reserva 890
Comemorativo da data de fundação da vinícola, o 890 é um vinho feito somente nas mais excepcionais safras. De longo amadurecimento, o vinho passa cerca de 12 anos na bodega antes de ser colocado à venda ao consumidor. Refinado nos aromas e sabores, é também um grande parceiro gastronômico.
Análise Visual:
Rubi evoluído já atijolado, com halo de evolução pequeno, brilhante e com densidade média
Análise Olfativa:
Frutas secas, tâmaras, amêndoas, castanhas, figo seco, sândalo, terroso, abrindo para rosas
Análise Gustativa:
Acidez e Álcool normais
Taninos presentes, mas redondos
Corpo médio para alto
Intensidade alta e persistência longa
Harmonização:
Cordeiro, carnes e aves de caça
Carnes Vermelhas
Grelhadas
Assadas
Aves
Embutidos e Carnes Curadas
Massas
Molho de Tomate
Queijos
Amadurecidos Macios
Duros
Castanhas



Opinião dos Especialistas:
Wine Enthusiast: 90 pontos (1987)
Robert Parker: 91 pontos (1989) e 93 pontos (1978)
Wine Advocate: 93 pontos (1994)

Preço: Acima de R$ 600,00

Aula com André Monteiro em 09/09/2013
SENSACIONAL!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Crepe de Chocolate

Ingredientes:
1/2 copo americano de farinha de trigo
1/2 copo americano de chocolate meio amargo em pó
1 copo americano de leite integral
1 ovo
1 colher de sopa de açúcar
1 pitada de sal
Manteiga derretida para untar a frigideira
Preparo:
Bata no liquidificador todos os ingredientes durante 30 segundos. Transfira a massa para uma tigela e deixe descansar na geladeira por cerca de 10 minutos. Unte uma frigideira e, com o fogo baixo, coloque 2 colheres de massa, espalhe bem, frite por 1 minuto.

Depois com uma espátula larga, vire a panqueca e frite por mais 30 segundos. Transfira a panqueca para um prato e repita a operação até terminar a massa.
Coulis:
Ingredientes:
500 gr de morangos
1 xícara de chá de açúcar
1 pau de canela pequeno
1 xícara de café de licor de frutas
Preparo:
Coloque as frutas numa panela e junte a canela. Acrescente o açúcar e cozinhe lentamente, mexendo com cuidado até o açúcar dissolver e as frutas ficarem macias. Adicione o licor de frutas, cozinhe por mais alguns minutos. Deixe repousar. Processe até que obtenha um purê.

Ganache de Chocolate (aqui)


Recheios: (sugestões)
- A própria compota de morangos ou frutas vermelhas, antes de se transformar em purê, com a cobertura de chocolate,
- Uma bola de sorvete de creme, ou sorvete de creme com crocante, o coulis e a ganache.




sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Feijão Branco com Frutos do Mar

Uma vontade doida de frutos do mar, e por sugestão, acabei preparando essa receitinha de feijão branco com camarões, lulas e outros mais..... Ficou perfeita! Imperdível!!!!!

Ingredientes:
500g feijão branco
1 cebola inteira
2 folhas de louro
500 g de camarão
250 g de mexilhão
250 g de polvo
500 g de lulas
500 ml bisque de camarão
3 colheres de sopa de azeite
4 dentes de alho picadinhos
Folhas de tomilho fresco
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 colher de sobremesa de curry
Preparo:
Cozinhe as favas em água com a cebola e uma folha de louro até ficarem macias, porém sem desmanchar, por aproximadamente 1 hora.
Junte o bisque de camarão aos feijões e reduza o caldo.
Numa panela, aqueça 1 ½ litro de água com a outra folha de louro, quando estiver fervente, coloque o polvo e as lulas, conte 3 minutos e retire sem resfriar.
Em uma frigideira grande, ponha o azeite e o alho, em fogo baixo até dourar, junte os camarões e os mexilhões, salteie, acrescente o polvo e a lula, salteie rapidamente. Tempere com o sal, a pimenta-do-reino, o curry e as folhinhas de tomilho.
Junte aos feijões e cozinhe mais um pouquinho sem deixar demais para que os frutos do mar não passem do ponto e fiquem duros.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Hamburguer

Lanche da tarde de hoje:
Ingredientes:
1 cebola grande bem picadinha
500 g de carne de boi (alcatra ou coxão mole) moída
1 ovo
1 colher de chá de mostarda escura
1/2 colher de chá de sal
1 pitada de pimenta-do-reino
óleo para untar
100 g de queijo tipo cheddar
Preparo:
Numa tigela média, junte a cebola, a carne, o ovo, a mostarda, o sal e a pimenta. Amasse bem com as mãos até obter uma mistura homogênea. Divida em 6 porções, unte uma superfície com óleo e com um cortador de biscoitos com 8 cm de diâmetro forme os hamburgueres (ou modele com as mãos). Reserve sobre a superfície untada. Aqueça bem uma chapa ou frigideira grande em fogo alto, unte-a com óleo e abaixe o fogo para médio. Grelhe dois por vez por aproximadamente 2 minutos de cada lado, até ficarem douradinhos. Distribua as fatias de queijo e espere que derretam.
Sirva com saladinha verde e tomates picadinhos ou no pão de hamburguer cortado ao meio e aquecido.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Nhoque

Mais um longo período sem escrever...infelizmente não pude estar aqui, mas garanto que isso não vai se tornar um hábito! Estou de volta!
E venho logo com uma receita especial de nhoque!
A massa é uma receita da "Oficina do Sabor" em Olinda, Pernambuco. O molho é uma receita que faço em casa. 
Ingredientes:
Para a Massa:
500 g de batata
2 ovos
125 g de manteiga sem sal
50 g de queijo parmesão
500 g de farinha de trigo
Para o Molho:
2 latas de tomate pelado
2 latas de água filtrada
1/2 maço de manjericão fresco
2 dentes de alho
1 colher de chá de açúcar
Sal e pimenta-do-reino a gosto
1 fio de azeite
Queijo parmesão ralado para polvilhar ou queijo coalho ralado (opcional)
Preparo:
Massa:
Cozinhar as batatas com as cascas e depois de cozidas descascá-las e passar pelo espremedor ainda quentes. Em seguida juntar os ovos e a manteiga misturando para formar um purê. Coloque sobre uma base de mármore e acrescente o parmesão e a farinha aos poucos, amassando até soltar das mãos. Enrole em tiras e corte em pequenos cubos. Cozinhe em água fervente salgada e escorra.
Molho:
Bata todos os ingredientes no liquidificador e leve para ferver numa panela, em fogo baixo, até reduzir e encorpar.
Sirva o nhoque com o molho e polvilhe o queijo parmesão ralado.